Literatura produzida por mulheres

No contexto do Centro Cultural São Paulo A escrita literária feminina de diversas nacionalidades e períodos históricos vem recentemente ganhando mais visibilidade e difusão. Ainda assim, a equiparação das obras de homens e mulheres enfrenta grandes obstáculos e parece estar longe de ser ajustada. Iniciativas como o clube mensal de leitura Leia mulheres procura alternativas […]

Livros dos vestibulares: a diversidade em foco nas listas de obras obrigatórias da prova

O Centro Cultural São Paulo apresenta anualmente uma série de palestras a respeito dos livros presentes nas listas de obras obrigatórias dos principais vestibulares das universidades públicas. Desde a primeira edição do projeto, em 2014, contudo, tanto as palestras como as listas de livros cobradas nas provas sofreram alterações importantes, como a inclusão de relatos […]

Gabriel Mascaro e a cidade

O que é uma cidade? De quantas maneiras uma cidade pode ser vista? O que significa morar em uma cidade? A princípio, essas questões podem parecer óbvias ou didáticas. Mas, se sairmos perguntando por aí, veremos que as respostas podem ser infinitas, já que significam uma coisa para cada indivíduo. A cidade é um símbolo […]

Hilda Hilst e a poesia em estado de urgência

Ainda hoje associada a uma escrita rebuscada e de alto grau de erudição, Hilda Hilst (1930-2004) produziu, ao longo de sua trajetória, textos em prosa, poemas, peças de teatro e crônicas. É comum verificar em muitas de suas obras o convívio entre gêneros literários diversos, sendo difícil, em alguns casos, identificar seus escritos de modo […]

Diálogos entre acervos: Pop Art

A ideia da série Diálogos entre acervos é criar pontos de contato entre os livros do acervo da Biblioteca (especialmente da Alfredo Volpi) e as obras das coleções mantidas pelo CCSP. No mês de julho, destacamos o contexto de efervescência do movimento conhecido como Pop Art, suas reverberações na produção artística mundial desde os anos […]

Cinema e resistência

O cinema de resistência possui uma peculiar abordagem em que os diretores usam uma linguagem metafórica para abordar temas proibidos dentro de uma sociedade conservadora. Portanto, trata-se de uma produção que funciona como uma ferramenta de luta dos artistas e do povo em um determinado espaço/tempo. A cinematografia iraniana, por exemplo, debate questões da condição […]

O surrealismo nas artes visuais e no cinema

Quando pensamos em surrealismo logo temos a ideia de uma arte que extrapola os limites do racionalismo. De fato, o termo surrealismo, cunhado pelo poeta André Breton, traz um sentido de afastamento da realidade comum que o movimento surrealista celebra desde o primeiro manifesto, de 1924. Na teoria de Breton, autor do manifesto, a arte […]

Subjetividades e espaço público

No Porão do Centro Cultural São Paulo, sempre aos sábados à tarde, um grupo de pessoas constrói coletivamente histórias. Lugar emblemático para a cena teatral paulistana, o Porão tem acolhido e fomentado múltiplas narrativas e encenações. No caso das histórias que circulam pelos seus corredores nas tardes de sábado, entretanto, o foco não é propriamente […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo