Ballet Stagium 50 Anos – Tempo Presente

02, 03 e 04/09 

  • Sexta, sábado e domingo, às 20h
  • Na Sala Jardel Filho 
  • Classificação Indicativa: livre
  • Grátis 
  • Retirada de ingressos 1h antes na bilheteria 
  • É recomendado o uso de máscara 

A Cia de Ballet Stagium chega ao CCSP com dois espetáculos: Memória e Fluorescência. Confira as sinopses abaixo: 

MEMÓRIA 

Trazer a memória de um processo significa entrar em contato com a natureza do tempo, num trânsito constante entre a experiência vivida e as percepções que se criam em torno dela. Apresentar instantes deste processo de 50 anos de trabalho é fundamental para a dança e para a cultura. 

FLUORESCÊNCIA

Com concepção coreográfica de Décio Otero e direção teatral de Marika Gidali, “Florescência”, a mais recente obra do Stagium, tem como matéria substancial o nosso tempo/espaço presente. “Fluorescência” propõe um dialogo entre vários pontos de vista, escapando assim do juízo e da ilusão de qualquer tipo de Verdade unificadora ou absoluta, redesenhando assim o presente, pois é nele que repousa exclusivamente a nossa existência, nos comprometendo a uma viva experiência de Liberdade.

Ficha técnica 

Idéia e coreografia: Décio Otero | Direção teatral: Márika Gidali | Música: Lukas Fosss, Bethoven, John Cage | Intérprete: Maria Bethânia | Poesia: Pedro Abrunhosa e João Apolinário | Narração: Oswaldo Mendes | Iluminação: Fernanda Guedelha | Professores: Raphael Panta, Áurea Ferreira e Iryna Kozareva |  Produção: Marika Gidali, Antonio Marcos Palmeira e Fabio Villardi | Agradecimentos: A todos que participaram e continuam nesta caminhada. 

IN MEMORIAM – ADEMAR GUERRA E ADEMAR DORNELLES.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo