Manezinho da Implosão

Manoel Jorge Diniz Dias ficou conhecido como Manezinho da Implosão por conta de seu reconhecimento em trabalhos ligados à engenharia de minas. Desde menino era fascinado por coleções e vem se destacando no cenário cultural por promover feiras de vinil no bairro da Mooca, em São Paulo,  e transformar um grande sonho em realidade: a construção do Casarão do Vinil. Entre as músicas escolhidas em sua visita à Discoteca Oneyda Alvarenga, estão “Minha Sogra” (Nerino Silva), “Doce Amor” (Carlos Galhardo), “Chico Mineiro” (Tonico & Tinoco) e “Luar do Sertão” (Catulo da Paixão Cearense).

“Todas as manifestações culturais do ser humano estão inseridas no vinil. Eu percebi isso e isso foi me envolvendo de uma forma muito marcante”

Seleção de discos e CDs feita por Manezinho da Implosão na Discoteca Oneyda Alvarenga
D-78 – 32913 – Nerino Silva
D-41270 – Carlos Galhardo
D-16963 – Jair Rodrigues
D-04229 – Chico Buarque
D-3636 – Juca Chaves
D-14571 – Os incríveis
D-6809 – Gilberto Gil
D-78 – 37273 – Tonico & Tinoco
D-9201 – Adoniran Barbosa
CDC-678 – Catulo da Paixão Cearense

Créditos
Produção: Alvaro de Souza e Chicão Santos
Direção, apresentação e fotografia: Rita Daher
Áudio: Chicão Santos e Eduardo Neves
Câmera: Zé Amado
Edição: Fellipe Moica e Rita Daher
Colaboração: Edson Marçal

Tags:, , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *