Jornada de um imbecil até o entendimento


Detalhes do Evento


de 9/11 a 16/12/2018
A comédia circense narra as articulações e malandragens de seis vagabundos – Mandrião, Teco, Manduca, Popô, Pilico e Totoca – que sobrevivem pedindo dinheiro nas ruas e becos de uma cidade grande. Apenas Mandrião e Pilico têm chapéus para pedir esmolas. O primeiro, com a ajuda de Teco, praticamente escraviza os demais, respaldando-se em uma falsa crença criada por um deles. Montagem selecionada pelo Prêmio Zé Renato da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.
texto: Plínio Marcos – direção: Helio Cicero – direção musical: Dagoberto Feliz – elenco: Jairo Mattos, Douglas Simon, Fernanda Viacava, Fernando Trauer, Helio Cicero, Rogerio Brito – assistente de direção: Marina Soares

sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 20h – 100min – livre – Espaço Cênico Ademar Guerra (130 lugares)
R$30,00 – a venda estará disponível na bilheteria em seu horário de funcionamento (terça a sábado, das 13h às 21h30, e domingos, das 13h às 20h30), e no site Ingresso Rápido a partir de 30 dias antes do evento (mesmo no caso de temporadas longas) – preço popular: R$3,00 (somente no dia 18/11) – serão vendidos apenas dois ingressos por pessoa, na bilheteria do CCSP, que será aberta uma hora antes do início do espetáculo – os ingressos não estarão disponíveis pela internet

+No dia 31/10, quarta, às 20h, haverá mesa-redonda sobre Plínio Marcos, com Maria Thereza Vargas, Alcir Pécora, Oswaldo Mendes e Kiko Barros – grátis – a bilheteria será aberta uma hora antes para a retirada de ingressos

+No dia 9/11, haverá pré-estreia para convidados, porém estarão disponíveis ao público em geral 30 ingressos para a sessão

+Apresentações gratuitas nos dias 17/11 e 1º/12, às 17h, com interpretação em Libras, e dia 15/12, às 17h, com audiodescrição – nestes dias será realizado um debate ao final do espetáculo com a presença de intérprete – a bilheteria será aberta uma hora antes para a retirada de ingressos