Dias de Abandono – um olhar contemporâneo sobre o divórcio


Detalhes do Evento


de 11 a 16/12/2018
A mostra traz uma seleção de filmes que discutem a separação dentro de um contexto mais atual, quando a problemática da instituição casamento e todos os seus valores morais perdem espaço para os problemas da afetividade e das relações familiares.

Sala Lima Barreto (99 lugares)
R$2,00 – a bilheteria será aberta uma hora antes da primeira sessão do dia (consulte a programação completa das duas salas de cinema do CCSP no site Circuito Spcine)

PROGRAMAÇÃO

dia 11/12 – terça
15h Lunchbox
17h10 A separação
19h30 O que está por vir

dia 12/12 – quarta
17h A separação
19h30 Sem amor

dia 13/12 – quinta
15h Felizes juntos
17h Propriedade privada
19h30 O que está por vir

dia 14/12 – sexta
15h Vida selvagem
17h Propriedade privada
19h Sono de inverno

dia 15/12 – sábado
15h Felizes juntos

dia 16/12 – domingo
15h Lunchbox
17h10 Sem amor
20h Vida selvagem

SINOPSES E FICHAS TÉCNICAS

Felizes juntos
(Chun gwong cha sit, China, 1998, 96min, 35mm, drama)
direção: Wong Kar-Wai – elenco: Tony Leung Chiu Wai, Leslie Cheung, Chang Chen
Po-Wing e Yiu-Fai são namorados que saem de Hong Kong e vão passar as férias em Buenos Aires, só que acabam tendo que ficar mais tempo. Po-Wing começa a trabalhar em um bar de tango para guardar dinheiro para sua viagem de volta e Yiu-Fai começa a trabalhar em um restaurante chinês. Lá, ele conhece um jovem menino de Taiwan, que se torna seu amante e o afasta de Po-Wing. Enquanto a vida de Yiu-Fai se modifica e melhora, a de seu antigo parceiro está em constante decadência.

Lunchbox
(Dabba, Índia, 2014, 102min, DCP, drama)
direção: Ritesh Batra – elenco: Irrfan Khan, Nimrat Kaur, Nawazuddin Siddiqui
Mumbai Dabbawallahs é um serviço de entrega de comida bastante conhecido em Mumbai, na Índia. Um dia, um erro na entrega faz com que uma pacata dona de casa conheça um homem que está na fase final de sua vida. Juntos eles criam um mundo de fantasia a partir de mensagens trocadas nas embalagens usadas pelo Mumbai Dabbawallahs.

Propriedade privada
(Nue Propriété, França, 2007, 90min, 35mm, drama)
direção: Joachim Lafosse – elenco: Isabelle Huppert, Jérémie Renier, Yannick Renier
Pascale vive em uma bela fazenda com seus filhos gêmeos, François e Thierry, mimados, inseparáveis e já na casa dos 20 anos. Pascale começa um namoro com o cozinheiro Jan e planeja abrir com ele um estabelecimento. Quando os rapazes descobrem que a mãe pretende vender a casa, uma guerra tem início.

O que está por vir
(L’Avenir, França, 2016, 98min, DCP, drama)
direção: Mia Hansen-Løve – elenco: Isabelle Huppert, André Marcon, Roman Kolinka
Nathalie é professora de filosofia, tem dois filhos que pouco vê e um marido também docente, seu companheiro há 25 anos. Entre trocas de ideias com o pupilo anarquista, ligações insistentes da mãe solitária e piquetes de alunos, ela leva uma vida tranquila. Mas tudo está para mudar.

Sem amor
(Nelyubov, Rússia, 2018, 127min, DCP, drama)
direção: Andrey Zvyagintsev – elenco: Maryana Spivak, Alexey Rozin, Matvey Novikov
Boris e Zhenya estão se divorciando. Depois de anos juntos, os dois se preparam para suas novas vidas: ele com sua nova namorada, que está grávida, e ela com seu parceiro rico. Com tantas preocupações eles acabam não dando atenção ao filho Alyosha, que acaba desaparecendo misteriosamente.

A separação
(Jodaeiye Nader az Simin, 2012, 122min, DCP, drama)
Direção: ???? – elenco: Leila Hatami, Peyman Moaadi, Shahab Hosseini
Nader e Simin divergem sobre a possibilidade de deixar o Irã. Simin quer deixar o país para dar melhores oportunidades a sua filha. Nader quer continuar no Irã para cuidar de seu pai, que sofre do Mal de Alzheimer. Chegam à conclusão de que devem se separar, mesmo ainda apaixonados. Nader, então, contrata uma empregada para cuidar da casa e de seu pai. Porém, a empregada está grávida e não avisou seu marido sobre o novo trabalho.

Sono de inverno
(Kış Uykusu, Turquia, 2015, 196min, DCP, drama)
direção: Nuri Bilge Ceylan – elenco: Haluk Bilginer, Melisa Sözen, Demet Akbağ
Aydin, um ator turco aposentado, comanda um pequeno hotel na região da Anatólia Central com sua esposa, Nihal, de quem ele se afastou emocionalmente, e sua irmã Necla, que ainda sofre com seu divórcio recente. No inverno, a neve desperta um tédio e um ressentimento que fazem Aydin querer partir.

Vida selvagem
(Vie sauvage, França, 2016, 102min, DCP, drama)
direção: Cédric Kahn – elenco: Mathieu Kassovitz, Céline Sallette, Romain Depret
Paco e Nora vivem em sintonia, amam a natureza e a vida de liberdade, concordando em criar seus filhos longe da corrupção da sociedade do consumo. Um dia, no entanto, este relacionamento acaba, e Nora vai embora, levando os filhos com ela. Após Nora obter a guarda dos filhos, Paco se aproveita do tempo de visitas e foge com eles por 11 anos. Baseado em uma história real.

Ilustração da capa: Beatriz Vecchia