Um Pouco Mais de Nada, o Empty Thriller

20 a 30/09 

  • Verifique o horário de cada sessão
  • Na Sala Lima Barreto 
  • Verifique a classificação indicativa de cada filme
  • Grátis 
  • Retirada de ingressos 1h antes na bilheteria 
  • É recomendado o uso de máscara 

O CCSP apresenta uma seleção de filmes que funcionam como um encantamento, que você não sabe pra onde vai, mas que de repente, como num passe de mágica, o recompensa emocionalmente pelo acúmulo de uma narrativa misteriosa, contemplativa, e estranhamente tensa, sem necessariamente apresentar um perigo concreto. A mostra Um Pouco Mais de Nada, o Empty Thriller, traz uma seleção de filmes que se enveredam pelo nada, e constroem uma narrativa apoiada na desestruturação do drama enquanto mecanismo de suspense, rompendo com as expectativas convencionais do gênero.

PROGRAMAÇÃO

20/09

18h EUREKA 

21/09

15h VIVE L´AMOUR

17h30 VITALINA VARELA 

20h SÍNDROMES E UM SÉCULO 

22/09

15h ESTRANHOS NO PARAÍSO 

17h BOM TRABALHO 

19h30 CASA VAZIA 

23/09

15h VIVE L´AMOUR 

17h30 SÍNDROMES E UM SÉCULO 

20h IDA

24/09 

15h BLOW UP 

17h30 FIM DA VIAGEM, COMEÇO DE TUDO

20h ESTRANHOS NO PARAÍSO

25/09

16h O RETORNO 

18h EUREKA

27/09

17h A ASSISTENTE 

19h30 BOM TRABALHO 

28/09

15h IDA

17h30 VITALINA VARELA

20h O RETORNO

29/09

15h BLOW UP 

17h30 IDA 

20h FIM DA VIAGEM, COMEÇO DE TUDO 

30/09

15h CASA VAZIA

17h BLOW UP

19h30 ESTRANHOS NO PARAÍSO 

Blow up, de Michelangelo Antonioni

Itália, 1966, 111 min, 14 anos.

Elenco: David Hemmings, Sarah Miles, Vanessa Redgrave, Verushka 

Um fotógrafo de moda tira fotos de um casal em um parque londrino. Escondido, Thomas fotografa o que aparentemente é uma relação romântica. Quando a mulher o procura e exige os negativos, ele se recusa. Instigado pela insistência dela, ele examina as fotografias e as amplia, Thomas está convicto que resolverá o enigma de um crime a partir das fotos. Em seu primeiro filme em inglês, baseado num conto de Julio Cortázar, Antonioni explora tanto a interação entre o indivíduo e os conceitos de realidade, ilusão e aparência, quanto a veracidade da imagem.

Sobre o filme: “Alguns críticos colocam Blow-up como o filme que define a linha entre o cinema moderno e o pós-moderno. Sobre o filme, se houve um assassinato ou não, não é o foco que o filme percorre. É mais sobre um personagem atolado em tédio e desgosto, e que é despertado por suas fotografias para algo mais misterioso: paixão? Desejo? Seja o que for, o que permanece é apenas a tensão de tudo o que não é explicado.”

O fim da viagem, o começo de tudo, de Kiyoshi Kurosawa

Japão, 2019, 120 min, 12 anos.

Elenco: Atsuko Maeda, Shota Sometani, Tokio Emoto, Adiz Radjabov and Ryo Kase

A jovem japonesa Yoko está com sua pequena equipe de TV no Uzbequistão para filmar um novo episódio para o programa de variedades que apresenta. Apesar do perfil internacional do programa, Yoko tem um jeito discreto e tímido, mas os desafios culturais e pessoais que ela experimentará ao longo da viagem mudaram sua visão da vida.

Sobre o filme: “Tentar explicar como esse filme funciona, sem usar jargões excessivos ou algum tipo de auxílio audiovisual, é complicado, já que “To the Ends of the Earth” não é nada menos do que maravilhoso. É sobre a relação incerta de sua heroína com seu ambiente estrangeiro , e o que ela escolhe comunicar simplesmente por ser vista e ouvida. O que muitas vezes é emocionante de se ver, mas muito difícil de explicar.”

Estranhos no Paraíso, de Jim Jarmusch

Stranger Than Paradise, Eua, 1994, 90 min, 12 anos.

Elenco: John Lurie, Eszter Balint, Richard Edson

Willie é um imigrante húngaro que vive em Nova York. Quando recebe a visita inesperada de sua prima Eva, que acabou de chegar de Budapeste e está a caminho de Cleveland para morar com a tia, Willie a trata com total hostilidade e indiferença. Mas um ano depois, Willie e seu melhor amigo Eddie decidem visitar Eva. Os três decidem então partir juntos em uma viagem de Cleveland a Miami. Estranhos no paraíso é dividido em três partes: O novo mundo, Um ano depois e Paraíso. Estranhos no paraíso foi o segundo longa de Jim Jarmusch e o impulsionou a se tornar um diretor fundamental para o cinema independente americano.

Sobre o filme: “É como nenhum outro filme que você viu, e ainda assim você se sente em casa nele. Parece não ir a lugar nenhum, ao mesmo tempo que parece saber cada passo que quer dar. É uma experiência de descoberta constante, quase caleidoscópica, e tentamos descobrir o que o filme quer, mas ele continua se movendo constantemente à frente, desaparecendo, desaparecendo, desaparecendo…, fazendo uma montanha de um montículo.”

Eureka, de Shinji Ayoama

Yurîka, Japão, 2000, 14 anos, 217 min.

Elenco: Kôji Yakusho, Aoi Miyazaki, Masaru Miyazaki

Sobreviventes traumatizados de um sequestro de ônibus se reúnem e embarcam em uma viagem pela estrada para tentar superar o evento. Enquanto isso, um assassino em série está solto.

Síndromes e um século, de Apichatpong Weerasethakul

Sang sattawat, 2008, Tailândia, 105 min, 12 anos.

Elenco: Nantarat Sawaddikul, Jaruchai Iamaram, Sophon Pukanok

Dividido em duas partes, o filme conta como funciona a memória e o sentimento de felicidade desencadeado por algo aparentemente insignificante. A primeira parte tem como foco a vida de uma médica. Já a segunda, a de um médico.

Vive l’amour, de Tsai Ming-Liang

Ai qing wan sui, Taiwan, 1994, 119 min, 18 anos.

Elenco: Lee Kang-sheng, Chao-jung Chen, Kuei-Mei Yang

Três pessoas vivem em Taiwan e dividem o mesmo apartamento sem ter a menor ideia do compartilhamento. Uma delas é Mei, que usa o local para seus encontros amorosos; além dela, há Ah-jung, seu amante do momento. Hsiao-kang, um homem que roubou a chave do apartamento para utilizar a casa como abrigo, completa o trio.

Ida, de Pawel Pawlikowski

Polônia, 2014, 82 min, 14 anos.

Elenco: Agata Kulesza, Agata Trzebuchowska, Halina Skoczynska

A jovem noviça Anna (Agata Trzebuchowska) está pronta para prestar seus votos e se tornar freira, só que antes disso, por insistência da Madre Superiora (Halina  Skoczynska), vai visitar a única familiar restante: tia Wanda (Agata Kulesza), uma mulher cínica e mundana, defensora do Partido Comunista, que revela segredos sobre o seu passado. O nome real de Anna é Ida, e sua família era judia, capturada e morta pelos nazistas. Após essa revelação, as duas resolvem partir em uma jornada de autoconhecimento, para descobrir o real desfecho da história da família e onde cada uma delas pertence na sociedade.

Casa Vazia, de Kim Ki-duk

Bin Jip, Coreia, 2004, 90 min.

Elenco: Lee Seung-yeon, Jae Hee

Um jovem vagabundo invade a casa de estranhos e mora nelas enquanto os donos estão fora. Para pagar a estadia ele realiza pequenos consertos ou faz limpeza na casa. Ele costuma ficar um ou dois dias em cada lugar, trocando de casa constantemente. Até que um dia encontra uma bela mulher em uma mansão, que assim como ele também está tentando escapar da vida que leva.

O Retorno, de Andrey Zvyagintsev

Vozvrashcheniye, Rússia, 2003, 106 min.

Elenco: Ivan Dobronravov, Konstantin Lavronenko, Galina Petrova

Em um território selvagem da Rússia, dois irmãos enfrentam uma série de emoções novas e conflitantes quando seu pai – um homem que eles conhecem apenas através de uma única fotografia – reaparece.

Bom Trabalho, de Claire Denis

Beau Travail, França, 1999, 90 min.

Elenco: Denis Lavant, Michel Subor, Grégoire Colin

A diversa Legião Estrangeira da França, formada por homens de todas as raças e cores, está sendo submetida a um rigoroso treinamento na África. Debaixo do céu azul e claro e no meio do deserto, o sargento Galoup (Denis Lavant) entrega toda sua devoção ao enigmático comandante Bruno (Michel Subor). Quando o novo recruta Guilles Sentain (Grégoire Colin) chega, Galoup é consumido pelo ciúmes.

Vitalina Varela, de Pedro Costa

Portugal, 2022, 124 min, 12 anos. 

Elenco: Vitalina Varela, Ventura, Francisco dos Santos Brito

Tudo se torna escuridão após a morte do marido de Vitalina Varela. Ela percebe que é tarde demais e tudo o que pode fazer agora é resolver os negócios pendentes. A mulher não lamenta ao enfrentar homens amargurados e resolve reconstruir a memória de um sobrado em Cabo Verde, planta por planta e parede por parede, lutando contra a triste realidade de uma vida que não foi construída em Portugal.

A Assistente, de  Kitty green

The Assistent, 2019, 88 min, 12 anos.

Elenco: Julia Garner, Matthew Macfadyen, Makenzie Leigh

Um olhar ardente sobre um dia na vida de um assistente de um executivo poderoso. À medida que Jane segue sua rotina diária, ela se torna cada vez mais consciente do abuso insidioso que ameaça todos os aspectos de sua posição.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo