Doc do Milênio: entre o faça você mesmo e a tecnologia

05 a 13/07

  • Na Sala Lima Barreto 
  • Verifique a classificação indicativa de cada filme
  • Grátis
  • Retirada de ingressos 1h antes na bilheteria 
  • É recomendado o uso de máscara 

A emergência digital dos anos 1990 impactou o documentário nos anos 2000. Temas que pareciam distantes do grande público agradaram em cheio, surpreendendo a indústria do cinema, como o filme A marcha dos pinguins (Luc Jacquete, 2005) e encontrou o 3D em Pina (Wim Wenders, 2011). Já Super size me – a dieta do palhaço (Morgan Spurlock, 2004) tem na nova geração de equipamentos a possibilidade de um amadorismo visualmente atraente e íntimo, centrado na figura do diretor e personagem. E falando em diretor personagem, um dos mais falados dos anos 2000 foi Michael Moore e seu Tiros em Columbine, (2002), um retrato documental que não sai do álbum de fotografias da sociedade norte-americana. Outros diretores consagrados como Werner Herzog e Agnès Varda abraçam o digital para incluir em suas filmografias a experiência da nova estética do Milênio.

Confira a programação completa e as sinopses abaixo:

PROGRAMAÇÃO

05/07

17h00 CAVERNA DOS SONHOS ESQUECIDOS

19h00 O HOMEM-URSO

06/07

17h00 SUPER SIZE ME – A DIETA DO PALHAÇO

19h00 TARNATION

07/07

17h00 TIROS EM COLUMBINE

19h30 PINA

08/07

17h00 HISTÓRIAS QUE CONTAMOS

19h00 OS CATADORES E EU

09/07

15h00 PINA

17h00 CAVERNA DOS SONHOS ESQUECIDOS

19h00 CAMERAPERSON

10/07

15h00 TARNATION

17h00 TIROS EM COLUMBINE

19h30 O HOMEM-URSO

12/07

17h00 HISTÓRIAS QUE CONTAMOS

19h00 SUPER SIZE ME – A DIETA DO PALHAÇO

13/07

17h00 CAMERAPERSON

19h00 OS CATADORES E EU

SINOPSES

TARNATION, de Jonathan Caouette

EUA, 2003, 88 min, DCP, 16 anos

Com Jonathan Caouette, Renée LeBlanc, David Sanin Paz

A relação conflituosa de Jonathan Cacouette’s com sua mãe esquizofrênica é contada através de um acervo enorme de fotografias, vídeos caseiros filmados com super 8, antigas mensagens de uma secretária eletônica e encenações dramáticas protagonizadas pelo próprio diretor, através dos anos. Um retrato tocante de um conturbado lar americano onde, apesar da dor e dos traumas, é possível encontrar ternura.

O HOMEM-URSO, de Werner Herzog

Grizzly Man, EUA, 2005, 103 min, DCP, 12 anos

A vida e a morte de Timothy Treadwell, ecologista e especialista em ursos. Por 13 verões consecutivos Treadwell foi para o Alasca viver desarmado entre esses animais. Nas últimas 5 vezes ele documentou sua viagem com uma câmera. Em outubro de 2003 os restos mortais de Treadwell e de sua namorada Amie Huguenard foram encontrados pelo piloto que deveria trazê-los de volta. O casal fora devorado por um urso, o primeiro caso registrado de ataque naquele campo. Herzog utiliza as filmagens de Treadwell para explorar sua personalidade e levantar questões sobre a difícil relação entre homem e natureza.

CAVERNA DOS SONHOS ESQUECIDOS, de Werner Herzog

Cave Of Forgotten Dreams, Canadá/EUA, 2010, 90 min, DCP, 12 anos

Com um acesso sem precedentes e superando desafios técnicos consideráveis, Werner Herzog capturou em 3D o interior da Caverna Chauvet, no sul da França, onde foram descobertos centenas desenhos rupestres em 1994. O diretor revela um mundo subterrâneo impressionante, com pinturas que têm em média 32 mil anos de idade.

SUPER SIZE ME – A DIETA DO PALHAÇO, de Morgan Spurlock

Super Size Me, EUA, 2004, 98 min, DCP, 12 anos

O diretor Morgan Spurlock decide ser a cobaia de uma experiência: se alimentar apenas em restaurantes da rede McDonald’s, realizando neles três refeições ao dia durante um mês. Durante a realização da experiência o diretor fala sobre a cultura do fast food nos Estados Unidos, além de mostrar em si mesmo os efeitos físicos e mentais que os alimentos deste tipo de restaurante provocam.

TIROS EM COLUMBINE, de Michael Moore

Bowling for Columbine, EUA, 2002, 120 min, DCP, 16 anos

Documentário que investiga a fascinação dos americanos pelas armas de fogo. Michael Moore, diretor e narrador do filme, questiona a origem dessa cultura bélica e busca respostas visitando pequenas cidades dos Estados Unidos, onde a maior parte dos moradores guarda uma arma em casa. Entre essas cidades está Littleton, no Colorado, onde fica o colégio Columbine. Lá os adolescentes Dylan Klebold e Eric Harris pegaram as armas dos pais e mataram 14 estudantes e um professor no refeitório. Michael Moore também faz uma visita ao ator Charlton Heston, presidente da Associação Americana do Rifle.

PINA, de Wim Wenders

Alemanha/França, 2011, 103 min, DCP, livre

Com Pina Bausch, Regina Advento, Malou Airoudo

Um espetáculo de dança e teatro inspirado pelo trabalho da coreógrafa alemã Pina Bausch, ressaltado em seus detalhes, formas e cores através da tecnologia 3D. O espetáculo é estrelado por dançarinos da cidade de Wuppertal e seu entorno, local de origem de Pina e por ela considerado como sua força criativa.

OS CATADORES E EU, de Agnès Varda

Les Glaneurs et la glaneuse, França, 2000, 82 min, DCP, livre

Com Agnès Varda, Bodan Litnanski, François Wertheimer

A diretora Agnès Varda anda pelo interior da França, afastada das cidades que concentram a riqueza e o luxo, acompanhando pessoas que sobrevivem de restos. Ela se mistura a catadores e coletores que vão até uma feira em busca de sobras de alimentos. Ao mesmo tempo, Agnès conversa com eles, que versam sobre os mais variados assuntos, de política internacional até tragédias pessoais.

HISTÓRIAS QUE CONTAMOS, de Sarah Polley

Stories We Tell, Canadá, 2012, 108 min, DCP, 12 anos

A atriz, roteirista e diretora Sarah Polley entrevista uma série de parentes, investigando os segredos por trás de sua família. Parte de respostas contraditórias diante das mesmas perguntas.

CAMERAPERSON, de Kirsten Johnson

EUA, 2016, 102 min, DCP, livre

Em primeira pessoa e sem voz-over, o documentário acompanha a diretora Kirsten Johnson em uma viagem que a leva para países como Bósnia, Iêmen, Afeganistão, Guantánamo, Darfur e Libéria, assim como EUA em busca da resposta ao que significa filmar o outro; justapondo imagens desses países diferentes e também de imagens da família dela, o documentário revela aspectos universais do comportamento humano.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo