Terra de Matadouros

21 e 22/05

  • Sábado, às 20h30 e domingo, às 17h e às 20h30
  • Na Sala Jardel Filho
  • Classificação Indicativa: 14 anos
  • Grátis
  • Os ingressos estarão disponíveis na bilheteria uma hora antes da apresentação. Para retirá-los, será necessário apresentar o comprovante de vacinação da Covid-19 (físico ou digital), com no mínimo duas doses. 

Em Terra de Matadouros, a Brava Companhia ensaia aproximações do texto original ao cenário político econômico do Brasil, por meio de colagens históricas produzidas pela atuação de quatro atores e duas atrizes que se revezam na apresentação das dezenas de personagens, na operação técnica e músicas tocadas e cantadas ao vivo.

A peça mostra os bastidores da crise capitalista do mercado da carne da Chicago dos anos 1930. A crise é apresentada por meio de um conjunto de relações entre os capitalistas: criadores de gados, atacadistas e industriais da carne enlatada; os trabalhadores: empregados e desempregados sujeitos a terríveis níveis de exploração e inconsciência sobre o processo; a religião: representada pelo Exército dos Boinas Pretas do qual emerge a pretensa e fracassada heroína Joana Dark; o Partido Comunista, que aparece na peça como um vestígio desarticulado da classe trabalhadora; o Estado evidenciado pela repressão armada e a imprensa como porta-voz político do capital.

Ficha técnica

Criação: Brava Companhia | Texto original: Bertolt Brecht | Adaptação: Fábio Resende com colaboração de Ademir de Almeida | Elenco: Ademir de Almeida, Elis Martins, José Adeir, Márcio Rodrigues, Max Raimundo e Paula da Paz | Direção: Fábio Resende | Direção de arte, criação e confecção de cenários, adereços e figurinos: Márcio Rodrigues | Direção musical: Max Raimundo | Assessoria musical: Lucas Vansconcelos | Assessoria vocal: Gleiziane Pinheiro |  Músicas originais e arranjos: Max Raimundo, Lucas Vasconcelos e Brava Companhia | Trilha sonora: Max Raimundo e Lucas Vansconcelos | Iluminação:  Fábio Resende e Márcio Rodrigues | Arte gráfica: BORA LÁ – Agência Popular de Comunicação e Marketing | Fotos: Fábio Resende e Jardiel Carvalho |  Produção: Kátia Alves.

 

 

 

A programação acontecerá de acordo com os protocolos de segurança estabelecidos pelas autoridades sanitárias em prevenção à propagação do vírus da Covid-19, sendo obrigatório a apresentação do comprovante de vacinação (físico ou digital) com no mínimo duas doses.

icone-compr-de-vacinacao

É obrigatório comprovante de vacinação.

O álcool gel estará disponível no local.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo