Aline Mohamad, curadora de teatro adulto no CCSP, conversa sobre sua trajetória na arte e na cultura e perpassa sobre as formas e possibilidades de se fazer curadoria. Com provocações feitas por Thaís (Periferia Preta), Lucas e Pimzera (Não Me Cabe) a conversa faz um cruzamento sobre as ideias e as práticas do trabalho curatorial e potência do teatro para a cidade, entendendo o CCSP como um portal para coletivos periféricos pensando na diversificação da ocupação deste espaço.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo