O swing e os rodopios do Samba-Rock

dia 24/9, às 19h

  • na Sala Adoniran Barbosa
  • gratuito –  retirada de ingressos na bilheteria 1h antes do evento.

Sob curadoria de Viny Rodrigues, o Centro Cultural São Paulo apresenta a curadoria Hábitos e Tendências, que tem o objetivo de criar rodas de conversa sobre as variadas formas de expressão cultural que circulam na sociedade.

Na sexta-feira, dia 24/9, a curadoria estreia suas programações com bate-papo sobre o Samba-Rock, estilo que nasceu como forma de dança e se consolidou como gênero musical. A expressão,  encontro do samba com a música negra estadunidense se popularizou pelos “bailes blacks” dos anos 60 e 70. Com um jeito de dançar próprio e um ritmo diferenciado, o gênero se espalhou pelo Brasil com diferentes nomes como “Sambalanço”, “Swing” e “Samba-soul”.

Para a conversa sobre a história e as vivências na comunidade do Samba-Rock, o encontro terá a presença de Nereu Mocotó, Anna Paula Cruz e Nego Júnior.

MINIBIOS DOS CONVIDADOS

Nereu Mocotó

Nereu Mocotó, conhecido também como Nereu Gargalo e Swing vem se apresentando com músicas de sua autoria, e também de Jorge Ben Jor, Tim Maia, Erasmo Carlos e Roberto Carlos. Com composições de 40 anos, Nereu optou por carreira solo, onde surgiu o disco de Nereu, apropriadamente intitulado “Samba Power”. Sua principal presa são os sambas com gosto de velha-guarda que Nereu tira do baú ao lado do suingue habitual do samba-rock. Acompanhado por músicos jovens como Céu, o baterista Curumim e o próprio Maurício Tagliari no violão, e com elementos em comuns ao Trio Mocotó, como Cavaquinho, violão de Sete Cordas, Flauta e até Prato, o músico mostra algumas das composições mais balançadas do Samba recente, com sua naturalmente rouca e malandra.  

Anna Paula Cruz

Professora de Samba-Rock e dança de salão há mais de 20 anos, também pioneira no desenvolvimento de técnicas e enfeites para a dama dentro do Samba-Rock.

 

Nego Júnior

Nego Júnior é formado em Design Digital pela Universidade de Santo Amaro, possui MBA em Gestão Empresarial pela FGV e é pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pelo Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura da USP. Trabalhou em diversas agências de publicidade como diretor de arte digital até ingressar em carreira solo e posteriormente embrenhar-se no mundo da fotografia, sua grande paixão. É fundador e participa de diversos coletivos e projetos sociais e culturais. Possui uma produtora artística e audiovisual a qual dedica boa parte do seu tempo de trabalho.

A atividade será ministrada de acordo com os protocolos de segurança estabelecidos pelas autoridades sanitárias em prevenção à propagação do vírus da Covid 19, sendo obrigatório o uso de máscara e a manutenção do distanciamento entre os participantes.

É obrigatório o uso de máscara.

O álcool gel estará disponível no local.

Respeitar distanciamento 1,5m a 2m.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo