Mumblecore, ou como fazer um filme na pandemia | CINEMA

De 24 de maio a 23 de junho, na plataforma Spcine Play

 

O Mumblecore foi uma tendência estilística que surgiu no cenário do cinema americano independente pós-anos 2000. Estilisticamente, eram produções ultra independentes, produzidas por pequenos grupos de amigos em um esforço coletivo de criação e improviso. As narrativas aconteciam em espaços confinados, em um estilo ultra casual e, geralmente, sem roteiro. Trata-se de um alargamento das experiências de criação coletiva, que se tornou possível principalmente pelas possibilidades trazidas pelos novos equipamentos digitais, inspirados tanto pelos reality shows quanto pelo Youtube e o cinema independente americano dos anos 90. 

A mostra Mumblecore, ou como fazer um filme na pandemia, que será exibida online e gratuitamente na na plataforma de streaming Spcine Play, parte do pouco falado Mumblecore para refletir sobre os modos de pensar e produzir cinema hoje. Nos 12 títulos que compõem a programação está um pequeno panorama de cinemas ultra independentes da alvorada dos anos 2000 – que nos parecem produções possíveis para a realidade de hoje. 

Além dos filmes da Spcine, a programação contará com lives e masterclasses no Youtube do CCSP para aprofundar o debate sobre esse gênero cinematográfico contemporâneo. Está previsto, ainda, o lançamento de um catálogo da Mostra Mumblecore, com textos de pesquisa sobre o movimento e entrevistas com realizadores. 

Confira os dias, horários e canais de comunicação após as sinopses dos filmes da mostra. 

 

FILMES

Hannah sobe as escadas

Hannah takes the stairs, EUA, 2007, 83 min, 16 anos

Direção: Joe Swanberg

Elenco: Greta Gerwig, Kent Osborne, Mark Duplass, Andrew Bujalski

Sinopse: Greta Gerwig (Hannah) é uma universitária que acaba de ser contratada como estagiária de uma produtora. Lá, ela conhece Matt (Kent Osborne) e Paul (Andrew Bujalski), dois escritores que logo despertam o interesse amoroso da moça e uma questão fundamental: se ela começar um relacionamento com um dos dois, isso afetará a amizade que os dois homens possuem?

 

Baghead

Baghead, EUA, 2008, 84 min, 16 anos

Direção: Mark e Jay Duplass

Elenco: Steve Zissis, Ross Partridge, Greta Gerwig

Sinopse: Quatro atores estão passando por dificuldades e decidem se isolar em uma cabana na Califórnia para escreverem um roteiro que irá torná-los famosos. Eles desenvolvem um filme de terror sobre um grupo de amigos que é perseguido por um vilão com um saco de pão na cabeça. O que acontece quando a história acaba se tornando realidade?

 

The Strange Little Cat

Das merkwürdige Kätzchenm, Alemanha, 2013, 72 min, 12 anos

Direção: Ramon Zucker

Elenco: Jenny Schily, Anjorka Strechel, Mia Kasalo

Sinopse: A tarde de uma família que prepara um jantar para os parentes que visitam, e uma série de eventos que acontecem nesse cruzamento de pessoas e fatos ordinários.

 

Parece Amor

It Felt Like Love, EUA, 2013, 82 min, 16 anos

Direção: Eliza Hittman

Elenco: Gina Piersanti, Ronen Rubinstein, Giovanna Salimeni

Sinopse: Durante um verão em Nova York, Lila decide viajar para a praia com Chiara, mas logo fica entediada ao acompanhar a amiga nos encontros com o namorado. Assim, a adolescente resolve encontrar um amor e começa a se envolver com Sammy, um rapaz mais velho, que vai mexer profundamente com as suas emoções.

 

Ela Volta na Quinta

Brasil, 2016, 108 min, 12 anos

Direção: André Novais de Oliveira

Elenco: Maria José Novais Oliveira, Norberto Novais Oliveira, André Novais Oliveira

Sinopse: Uma grave crise no relacionamento de um casal de idosos afeta a rotina dos filhos, dois rapazes que se preparavam para finalmente saírem de casa.

 

A Criada

La nana, Chile, 2009, 95 min, 12 anos

Direção: Sebastián Silva

Elenco: Catalina Saavedra, Claudia Celedón, Alejandro Goic

Sinopse: A introvertida Raquel trabalha como empregada para a família Valdés há 23 anos. Amargurada e comportando-se como um membro da família, passa a entrar em conflito com a filha mais velha, levando a patroa Pilar a contratar outra pessoa para dividir as responsabilidades da casa com a antiga funcionária.

 

Funny Ha Ha

Funny ha ha, EUA, 2001, 89 min, 16 anos

Direção: Andrew Bujalski

Elenco: Kate Dollenmayer, Mark Herlehy, Christian Rudder

Sinopse: Marnie é uma jovem moça que está em um período de transição em sua vida. Logo após sair do ensino médio, tudo o que ela tem a fazer é passar o seus dias bebendo e procurar um emprego temporário que não dê muitas dores de cabeça. No entanto, quando ela se apaixona por um cara que não está apaixonado por ela, as coisas se complicam e sua rotina é quebrada.

 

Admiração mútua

Mutual Appreciation, EUA, 2005, 109 min, 16 anos

Direção: Andrew Bujalski

Elenco: Justin Rice, Rachel Clift, Andrew Bujalski

Sinopse: Justin Rice encarna Alan, um jovem guitarrista que acabara de dissolver sua banda. Em Nova York, ele procura um baterista para recompor a sua carreira de músico. Enquanto tenta focar em seu sonho, reencontra um casal de amigos, Lawrence, um professor, e Ellie, uma jornalista, que finalmente o ajudam a concretizar seu projeto musical. 

 

Arábia

Brasil, 2018, 97 min, 16 anos

Direção: Affonso Uchôa e João Dumans

Elenco: Aristides de Sousa, Murilo Caliari, Renata Cabral

Sinopse: Em Ouro Preto, Minas Gerais, um jovem encontra por acaso o diário de um operário metalúrgico que sofreu um acidente e por suas memórias embarca numa jornada pelas condições de vida de trabalhadores marginalizados.

 

3/4

Bulgária, 2017, 83 min, 14 anos

Direção: Ilian Metev

Elenco: Mila Mihova, Nikolay Mashalov, Todor Veltchev 

Sinopse: Mila, uma jovem pianista, tenta se preparar para uma audição no exterior, mas seu irmão, Nikki, a distrai com seu talento irritante para o absurdo. Todor, seu pai, um astrofísico, parece ser incapaz de lidar com a ansiedade dos filhos. O retrato de uma família em seu último verão juntos.

 

Filme de Domingo

Brasil, 2020, 28 min, 12 anos

Direção: de Lincoln Péricles

Elenco: Adriano Araujo, Francineide Bandeira Isaú e Maria Eduarda Isaú

Sinopse: Domingo de sol na quebrada. Um tio babão, uma mãe zika, uma criança artista.

 

Baronesa

Brasil, 2018, 73 min, 16 anos

Direção: Juliana Antunes

Elenco:  Andreia Pereira de Sousa, Leidiane Ferreira, Gabriela Souza

Sinopse: Andreia e Leidiane são grandes amigas que moram em casas vizinhas na Vila Mariquinhas, na Zona Norte de Belo Horizonte. Elas trocam confidências, guardam sofrimentos e compartilham laços, mas quando uma guerra entre traficantes deixa o clima tenso, Andreia passa a cogitar ir embora da região.

 

LIVES E MASTERCLASSES

SEXTA (28/5)

19h: RETRATOS DE FAMÍLIA 

Conversa com Bruno Risas, diretor do filme Ontem Havia coisas estranhas no céu | interlocutores: Carlos Pegoraro, Célio Franceschet e Lívia Perez (diretora e pesquisadora de cinema).

no YouTube do CCSP

 

SEXTA (4/6)

19h: MÉTODOS DE REALIZAÇÃO E PRODUÇÃO

Conversa com Andrew Bujalski, diretor dos filmes Funny Ha Ha e Admiração Mútua | interlocutores: Carlos Pegoraro e Célio Franceschet.

no YouTube do CCSP

 

SEXTA (11/6)

19h: FATIAS DE VIDA EM CINEMA

Conversa com Affonso Uchoa, João Dumans e Juliana Antunes | interlocutores: Carlos Pegoraro, Célio Franceschet e Livia Perez (diretora e roteirista). 

no YouTube do CCSP

 

SEXTA (18/6)

19h: REALIZAÇÃO INDEPENDENTE

Conversa com Ramon e Silvan Zürcher, os irmãos Zürcher (diretores e produtores de cinema, são vencedores do prêmio de Melhor Direção da Sessão Encontros no Festival de Berlim em 2021) | interlocutores: Carlos Pegoraro e Célio Franceschet.

no YouTube do CCSP

 

QUINTA (20/6)

15h: MUMBLECORE: SINTAXE DE UM CINEMA DE ACIDENTES

com Célio Franceschet.

no YouTube do CCSP

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo