Direto da Curadoria | Dança: ECCE (H)OMO com Pol Pi

Sonia Sobral, curadora de dança do CCSP, faz indicações e comentários de espetáculos para você assistir online.

ECCE (H)OMO, de Pol Pi, dá medida aos sentimentos humanos a partir do legado de Dore Hoyer, importante dançarina alemã que investigou os afetos humanos no século passado. Hoyer se consagrou pela sua obra Affectos Humanos, uma série de peças curtas que se debruçavam, por meio da dança, sobre uma ampla gama de sentimentos.

O criador do espetáculo, Pol Pi, dá continuidade à investigação de Hoyer, firmando um elo entre as diferenças de corpos, falas, espaços, ferramentas e códigos estéticos dos dois tempos, e articulando, para isso, linguagens como o documentário, a performance, o concerto e o próprio espetáculo.

ECCE (H)OMO parte de um filme em preto e branco, filmado em 1967, que retrata parte da obra de Hoyer pouco antes de sua morte. Pol Pi viaja entre o agora e o então, reconstituindo um arquivo vivo e frágil no qual cada elemento é re-questionado, re-examinado e partilhado. Na abertura desta fenda temporal entre o agora e o então vêm se infiltrar a clareza do gesto e a incerteza do significado, o desejo de compartilhar e os acasos da interpretação.

Pol Pi é um artista da dança transmasculino que vive na França, motivado pelo mestrado em coreografia no Centro Coreográfico de Montpellier. Formado em música pela Unicamp, tem apresentado seus trabalhos em várias cidades por toda a Europa. É membro fundador do projeto Trans’On’Danse (Paris), uma série de oficinas de dança por e para pessoas trans, não binárias e  intersexuais.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo