Um adeus a Vania Toledo

A fotografia brasileira perdeu hoje uma de suas maiores referências: Vania Toledo. A fotógrafa mineira se consagrou pela sua obra retratista, que celebrava e valorizava o ser humano. Chegou a receber prêmios como o Prêmio Excelência Gráfica, concedido pela Associação Brasileira de Técnicos Gráficos, e o prêmio de melhor Exposição do Ano de 1993, da Associação Paulista de Críticos de Arte.

Vania começa sua carreira como estudante de Ciências Sociais na USP, e chegou a ser professora de História por um certo período em Osasco. Apesar do flerte com a educação, foi na fotografia que ela se realizou: autodidata, curiosa e destemida, Vania foi pioneira em registrar a noite na cidade. Mais tarde, fotografou para importantes revistas da Editora Abril, como a Cláudia e a Veja.

Já consolidada, Vania passou a retratar figuras famosas da cena cultural brasileira, principalmente do teatro. Em seu trabalho minucioso e tão sensível, fazia questão de se atentar para as nuances particulares do retratado, quem quer que fosse.

Nesse momento, o CCSP se une à família e aos amigos de Vania. Que seu olhar e sua trajetória como artista mulher sejam seus maiores legados.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo