Direto da Curadoria: cinema com Carlos e Célio

Carlos Gabriel Pegoraro e Célio Franceschet, curadores de cinema do CCSP, apresentam a produção cinematográfica da região do Recôncavo na Bahia.

“Em Cachoeira, fazer cinema é fazer junto” é uma frase de Glenda Nicácio, diretora do filme Café com Canela, em uma entrevista ao jornal Correio sobre a produção cinematográfica da região do Recôncavo na Bahia. Essa retomada de um “ciclo regional” se deve a vários fatores, como a presença de cursos audiovisuais em universidades públicas na região. Talvez a concepção de que cinema se faz coletivamente seja o ponto mais forte desses novos realizadores. Essa semana a Rosza Filmes, produtora dos filmes de Ary Rosa e Glenda Nicácio, liberou três longas: Café com Canela (2017), Ilha (2018) e Até o Fim (2020). Filmes que se destacam no cinema contemporâneo brasileiro e que estão disponíveis no canal oficial da produtora no YouTube, que disponibiliza também vídeos de making of. No Instagram oficial a produtora compartilhou o roteiro de cada obra, sendo uma oportunidade perfeita para cinéfilos que desejam adentrar um pouco mais sobre o processo de produção.

Filmes

Até o Fim, de Ary Rosa e Glenda Nicácio
(2020, 93min)
com Wal Diaz, Arlete Dias, Maíra Azevedo
Geralda está trabalhando em seu quiosque a beira de uma praia no Recôncavo Baiano, quando ela recebe um telefonema do hospital dizendo que seu pai pode morrer a qualquer momento. Ela avisa suas irmãs Rose, Bel e Vilmar. O encontro promovido pela espera da morte se torna um momento de desabafo e reconhecimentos das quatro irmãs que não se reúnem desde a morte da mãe, há 15 anos.

Ilha, de Ary Rosa e Glenda Nicácio
(2018, 96min)
com Aldri Anunciação, Renan Motta, Thacle de Souza
Emerson quer fazer um filme sobre sua história na Ilha, apenas as partes mais importantes de sua vida naquele lugar, onde quem nasce nunca consegue sair. O plano começa, não há mais limites, afinal, cinema também é jogo.

Café com Canela, de Ary Rosa e Glenda Nicácio
(2017, 10min)
com Valdinéia Soriano, Aline Brune, Babu Santana
Recôncavo da Bahia. Margarida vive em São Félix, isolada pela dor da perda do filho. Violeta segue a vida em Cachoeira. Quando Violeta reencontra Margarida inicia-se um processo de transformação, marcado por visitas, faxinas e cafés com canela, capazes de despertar novos amigos e antigos amores.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo