#CuradoriaIndica: 5 videoclipes em língua de sinais

Monique Dardenne, curadora de música do CCSP, faz indicações de videoclipes bilíngues em língua de sinais e língua falada. Na lista abaixo você confere trabalhos brasileiros e internacionais que fazem valer as ideias de inclusão e acessibilidade na música.

Luiza Caspary – Sinais
A cantora Luiza Caspary lançou em 2018 um álbum acessível de videoclipes com Libras e legendas no Youtube. As faixas contam com a participação de nomes como Ju Strassacapa e Jair Oliveira. O clipe de Sinais já te direciona para a playlist com todos os vídeos!

Paulo Neto – Casa Caiada
O cantor pernambucano Paulo Neto também transformou a letra de sua música falada em poesia acessível. No clipe da canção Casa Caiada, a tradução para a língua brasileira de sinais (Libras) acontece numa coreografia contínua, suave e hipnótica.

Raissa Fayet – Zoiúda
A cantora Raissa Fayet aliou as afro-brasilidades do videoclipe de Zoiúda à poesia simbólica da Libras. O clipe gravado na Ilha do Mel, em Curitiba, é repleto de referências à mitologia dos Orixás e à conexão com a natureza.

SIA – Soon We’ll Be Found 
A autora de superhits americanos como Titanium e Chandelier também fez um gesto pela acessibilidade da música. Em 2008, antes da fama, a cantora e compositora SIA lançou esse videoclipe que foca na expressão por meio da língua americana de sinais, a ASL. Para além da mensagem esperançosa de ano novo, o clipe aborda em diversas formas e símbolos as múltiplas possibilidades de expressão através das mãos.

Paul McCartney’s Feat. Natalie Portman – My Valentine
Por fim, não se pode deixar de fora a parceria entre os gigantes Natalie Portman e Paul McCartney. O clipe My Valentine foi gravado em 2012 e aliou duas línguas, dois países e dois famosos personagens do nosso tempo.

>>> Veja mais matérias do #CCSPdeCasa aqui

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo