D-R-A-M-A QUEER

Sob inspiração do mês da consciência LGBTQIA+, o CCSP pediu a três artistas – Claudia Schapira, Pedro Galiza e o grupo Rainha Kong – que criassem video-performances. Chamamos a trilogia de “D-R-A-M-A QUEER”, mistura de dramaturgia com condição queer, e assim colhemos estas ações artísticas produzidas e enviadas remotamente. A programação fez tanto sucesso que seguimos com a segunda temporada e convidamos mais três artistas para o projeto: Ariel Nobre, Fabiano de Freitas e Leona Jhovs. Mais informações no Youtube do CCSP.

Via Crucis|Por Ariel Nobre
Ariel percorre sua fotobiografia feita com o fotógrafo Tarcísio Paniago e a partir dela reivindica seu direito à alma eterna e o direito a vida na terra para toda a comunidade Trans brasileira. 
Edição de Bernardo Enoch.

Demuni: um ato de memória-bicha|Por Fabiano de Freitas
Ato-de-memória sobre a bicha refletida a partir da noção de finitude imposta pela pandemia. Epidemias revelam corpos que devem morrer e, por consequência, o que deve acabar. 

AVESSO-INTERNO-BELO|Por Leona Jhovs
Por meio do resgate de sua infância a artista provoca em si a percepção de sua auto gestação e o movimento do desabrochar de sua natureza. Convoca a todes para uma imersão em canto, palavra, corpo, pele. 

Cine-poema: Manifesto para tempos possíveis|Por Claudia Schapira
O delicado “Cine-poema. Manifesto para tempos possíveis” é um trabalho de criadoras mulheres, sobre mulheres. Com Claudia Schapira (também autora do texto), Georgette Fadel, Dani Nega e Bianca Turner (edição de imagens e som).

Na sombra da sua dúvida, eu atiço a nossa pergunta|Por Pedro Galiza
O performer e artista transmídia não-binário Pedro Galiza apresenta “Na sombra da sua dúvida, eu atiço a nossa pergunta”, influenciado pela ideia de uma arte que transita entre fronteiras, sem gênero definido.

Rute Varadão conta Evir Mancebo|Por Rainha Kong
O jovem coletivo Rainha Kong cria “Rute Varadão conta Evir Mancebo”. A moral conservadora é retratada em linguagem satírica e arrematada criticamente com o poema “O anjo do desespero”, do escritor alemão Heiner Muller.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo